Gisele Martins

Santos/SP, 1967

 

Economista, começou a fotografar na década de 1990. Em 2005 fez sua primeira exposição individual, “Olha que eu vim lá de longe”, na Pinacoteca do Estado de São Paulo, com curadoria de Diógenes Moura. A série retratou a religiosidade afro-brasileira no bairro paulistano do Bexiga e ganhou o Prêmio Leica-Fotografe em 2006. Participou de mostras coletivas no Brasil e na França, entre as quais se destaca “Povos de São Paulo – Uma centena de olhares sobre a cidade antropofágica”, realizada em 2004, nas cidades de São Paulo e Paris. Foi finalista do PhotoEspaña em 2015 com o ensaio “À margem”, exibido na Galeria FASS, em São Paulo, e publicado em livro em 2018. Foi premiada no Festival Paraty em Foco nos anos de 2018 e 2020. Possui imagens nos acervos da Pinacoteca do Estado de São Paulo.

 

Esta série fotográfica faz parte da Coleção de Fotografias da Bibliòteque nationale de France.